Flavio Calazans autografando o álbum "PÁTRIA ARMADA -VISÕES DE GUERRA" com estrondoso sucesso na Livraria Cultura da Avenida Paulista com música ao vivo !

Terça Feira, dia 20 de dezembro de 2016 , na Livraria Cultura da Avenida Paulista, com música ao´vivo e imponente infraestrutura impecável, ocorreu a enorme festa do lançamento da coletânea de quadrinhos "Patria Armada : Visões de Guerra" com 188 páginas.


–Esta coletânea é de iniciativa de Klebs Junior, que ganhou o prêmio HQMIX 2016 de 'Melhor Minissérie' com seu Universo da "PÁTRIA ARMADA",
por isso Klebs soube fazer bom uso de tamanho sucesso de público e de crítica direcionando seu prestígio para comandar a criação desse comemorativo e bastante simbólico álbum "Pátria Armada: Visões de Guerra". .

Capa de Alexandre Jubran e capa alternativa do Renato Guedes.


Este álbum é uma coletânea de188 páginas de histórias em quadrinhos com mais de cinquenta autores diferentes (desenhista, roteiristas e ilustradores ) denominados por Klebs no seu Facebook como - “A ELITE da HQ” !

Nomes como Alexandre Jubran, Igor Oliveira, Roberto Sadovski, Eric Peleias, Alex Mir, Clayton InLoco,Maurício Muniz, Marcio R. Gotland, Talessa Kuguimiya, MJ Macedo, Claudio Alves, Franco de Rosa, Maxx Figueiredo, Will Sideralman, , Klebs De Moura Junior, Felipe Folgosi,, Augusto Minighitti, Paulo Henrique Marcondes,Henrique, Henrique Kipper , Ricardo Tayra, Bira Dantas, Marco Antônio Alves (o Hermes, de "Hermes e Renato"),; Felipe Folgosi (ator de emissoras como Globo, Record e SBT) , Liz Vamp e seu pai, Zé do Caixão, além de velhos veteranos como o Marcatti e o Flávio Calazans. e muitos outros ! CalaZans zans zans

Como diz o Banner do evento - “OS GRANDES NOMES DO QUADINHO NACIONAL ESTÂO AQUI” !

Todos estes autores da “ELITE DA HQ” foram criteriosamente selecionados como mais representativos da NONA ARTE no Brasil de hoje pelo renomado “INSTITUTO HQ”,

Esta publicação já apresenta-se como inestimável peça de colecionador ímpar e inédita, mobilizando tantos autores em um mesmo tema :– o Universo Kleberiano de “Pátria Armada” ,

impressiona por tomar tamanha proporção ,

uma mega iniciativa do Klebs De Moura Junior unindo mais de 50 artistas (com minha HQ colorida "Nossos Dias") foi um sucesso estrondoso !

Lotado de compradores formando uma sinuosa fila assustadoramente grande, e com vendas muito acima do esperado, mesmo ocorrendo tão poucos dias antes do Natal!

Além das filas enormes no caixa comprando, os aficionados ainda enfrentavam mais outras filas sem fim de intermináveis leitores esperando autógrafos de cada autor presente !

Nesta Foto Flávio Mário de Alcântara Calazans com Klebs de Moura Junior autografando as GUERRAS na CCXP2016 -COMIC CON de São Paulo, Capital -

Já organizei mais de 30 noites de autógrafo em eventos , contudo JAMAIS, mas NUNCA MESMO eu tinha presenciado tamanho sucesso e tal dimensão e volume de compradores!

Congratulações a todos os artistas envolvidos neste projeto que já entrou para a História da História em Quadrinhos no Brasil!

Na fotografia acima estou com os famosos autores de desenho animado, os netos do grande desenhista de quadrinhos NICO ROSSO : - Claudio Vicente Rosso, Luiz Rosso, além do quadrinhista e professor Lafaiete Nascimento e do ganhador do Premio Nestlê de Literatura- Josiel Vieira de Araújo, cujos livros premiados esgotam assim que lançados,

além da honra de ter a presença do maior colecionador de quadrinhos da Europa : - o Dr Claudio da Rocha Brito, que veio de Braga em Portugal especialmente para este evento de repercussão internacional !


Meus parabéns ao Klebs De Moura Junior , insisto e repito que desde 1986 , quando fui eleito para a diretoria da AQC, e nestes 35 anos militando pelo métier de quadrinhos. eu Flavio Calazans JAMAIS presenciei um projeto desta magnitude e com tão excepcional resultado positivo e bem sucedido !

Klebs emerge hoje como uma liderança, mobilizando todo o métier dos Gibis brasileiros!

E imerso no turbilhão do momento é impossivel Klebs distanciar-se e avaliar sua força hoje, mas eu intuo ser muito maior do que parece!

Nesta fotografia do evento LAUDO mostra seu autógrafo e ao fundo a careca de Flávio Calazans de camiseta pólo listrada -

Klebs escreve- “E terça, dia 20, na Livraria Cultura, aconteceu a realização de um sonho... Um sonho compartilhado e incrível!

Por mais otimista que eu seja, nunca achei que universos e personagens que criei fizessem sucesso e fossem se aventurar nas mãos dos maiores nomes e talentos do novo quadrinho brasileiro.

Aconteceu e foi incrível ver esses talentos brincando e se divertindo com a minha loucura de um Brasil alternativo em guerra civil! Sinto-me honrado e, ao mesmo tempo, fascinado com tanta coisa genial e diferente que esses roteiristas e artistas, dos quais sou fã e admiro muito, agregaram ao universo do Pátria Armada!

A grande festa foi dentro de uma das maiores livrarias do país, foi divertidíssima, um sucesso total e eu só tenho a agradecer:

Muito obrigado a todos que participaram e, também, aos amigos e artistas que, infelizmente, por causa de tempo e contratempos não conseguiram estar no lançamento.

Agradeço a todos vocês de coração pelo apoio, incentivo e dedicação. Muito obrigado ao Igor Oliveira, a Letícia e a toda a equipe da Livraria Cultura, pelo espaço, organização e acolhimento, com direito até a música ao vivo.

E, muito obrigado a todos que compareceram e fizeram deste evento uma grande festa: artistas, roteiristas, familiares, amigos, leitores e fãs.

Foi incrível graças a presença e o carinho de vocês!” Klebs na sua página do Facebook,



Minha participação é a História em Quadrinhos a cores "NOSSOS DIAS",

versando sobre o atentado de “mulher-bomba” na estação do metrô da praça da Sé, ato terrorista este o qual ocasionou como reação e pretexto (no Universo Kleberiano) ao ataque de Guerra Química e Biológica que antecedeu o nascimento da mais comentada personagem do Universo Kleberiano

- a paulista Cristina Menezes -que tem controle consciente e absoluto sobre todos os feromônios do próprio corpo, podendo ocasionar qualquer sensação que deseje nas pessoas no seu raio de alcance olfativo, desde ódio, repulsa-asco-nojo e medo até prazer;

Não é que este episódio “cross” entre meu universo e o do Klebs decorre igualmente também na minha cronologia das "GUERRAS CALAZANISTAS" (a saber as duas obras "GUERRA DAS IDÉIAS" e a "GUERRA DOS GOLFINHOS") .

Iserido no conjunto da minha obra, passando-se depois da minha hq "BRIZABEL meu amor" e antes do "Julgamento de Tyli-Tyli",

como percebe-se pela dica na primeira página da minha HQ, com o cartaz de “procura-se” com fotos do “Poeta dos Paradoxos” e na foto de “Tyli Tyli” ela está marcada com - “CAPTURADA”.

Minha esposa Ivany gentilmente posou para a personagem, que acabou incorporando muitos traços dela, esta personagem não seria ruiva e sim morena, contudo acabei mudando para ruiva igual a Ivany, encantado pela avassaladora beleza da minha esposa!

Como é um verdadeiro privilégio ter sua musa inspiradora posando para sua obra artística!

A minha personagem usa a cor VERDE por ser a cor do ISLAN, inspirei-me no “LIVRO VERDE DE KADAFFI”,

E na arquitetura e na multidão de vítimas eu empreguei técnicas de desenho de silhueta a traço simples que aprendi lá nos cursos de “LINGUAGEM ARQUITETÕNICA” (L.A.) no início dos anos de 1980 do Século XX.


Igualmente emprego Psicodinâmica das Cores em um código de Semiótica Subliminar (ver meu livro em Sétima edição “Propaganda Subliminar Multimidia” da Summus editorial, re escrito de minhas teses nota DEZ com distinção na ECA USP) , pois a personagem é colorizada com lápis de cor aquarelado em tons de laranja, rosa e vermelho, com o traje de academia de ginástica em tons de verde islâmico, cores complementares ao vermelho do cabelo dela, ao passo que toda a arquitetura e as pessoas na estação de metrô são em cores frias, tons de cinzento, azul e um ocasional liláz bem clarinho.
Acima compare a página em Nankim preto e branco e a mesma página já finalizada a Lápis de Cores Aquarelados nos quais modelo formas com as tonalidades de cor- Um deleite sutil e delicado de MENSAGEM SUBLIMINAR inserida na narrativa artística!
Na fotografia - Flavio Calazans, Augusto Minighitti e Fernanda Joy

Alguns dos autores são:

Agustin Graham Nakamura

Alex Myr e Alex Genaro

Alexandre Callari e Luiz Campello

Alexandre Jubran

Alvaro de Moya

Bira Dantas

Carlos Ruas e Leonardo Maciel

Claudio Alves e Mauricio Leone

Custódio Rosa

Ede Wagner e Leandro Ricardo

Eric Peleias e Pedro Mauro

Fábio Catena

Felipe Folgosi e Wellington Diaz

FLÀVIO CALAZANS

Flavio Luiz

Flavio Soarez

Henrique Kipper

Igor Oliveira

João Spacca

Laudo Ferreira

Magenta King

Marcatti

Marcio Gotland

Marco Antônio (Hermes e Renato) e PH Marcondes

Mário Cau

Maurício Muniz e Geraldo Borges

Maxx Figueiredo

Raphael Fernandez e Clayton Inloco

Renato Guedes

Ricardo Tayra e Ivan Nunes

Walmir Orlandeli

Will Sideralman e Daniel Estevez

Will Conrad

Zé do Caixão, Liz Vamp e Adauto Silva

Augusto Minighitti

E muitos outros!

Abaixo fotografia no lançamento comigo, Flavio Calazans, e o famoso Augusto Minighitti, artista, pintor e lendário professor da Escola Panamericana de Artes !



Nesta imagem alguns dos autógrafos dos amigos cujas Histórias em Quadrinhos estão publicadas junto com a minha no magnífico álbum !



Flavio Calazans HIEROFANTE em caricatura de Augusto Minighitti, SP, Livraria Cultura do Conjunto Nacional, na venida Paulista, 20 dezembro 2016, 20h da noite!

































































































































































Quase esquecí que o álbum ainda temos uma página par com prefácio daquele bibliotecário, o Vladimir Vergueira - que sob os desenhos de autógrafos feitos na página anterior pelos autores ficou totalmente ilegível em todos os exemplares autografados! A tinta dos desenhos atravessou o papel impresso inutilizando e DESTRUINDO o texto dele em todos os exemplares autografados! Um SINAL DIVINO de fortíssimo simbolismo a ser interpretado e compreendido à luz da HERMENÊUTICa e EXEGESE mística dos arquétipos do Inconsciente Coletivo e sua SINCRONICIDADE como descreve JUNG ao explicar estes sinais cósmicos !


-Tal qual nos papiros de arvores da cidade de Biblos na Fenícia,

ou quiçá no couro de porcos curtido em Pergaminho,

como se fossem meras “letras apagadas e ciências ocultas” olvidadas em um palimpsesto ilegível ou sopa de Letrinhas do esquecimento!

- Na mitologia grega LETE é um dos rios do infermo Hades;

aqueles que bebessem ou até mesmo tocassem na sua água experimentariam o completo esquecimento.

Lete ou Lethe (em grego antigo λήθη; [ˈlεːt̪ʰεː], grego moderno: [ˈliθi]) literalmente significa "esquecimento".

(– estranhei o certamente errôneo boato ou rumor velado correndo pelos bastidores;- uma maledicência torpe, provavelmente oriunda de algum fracassado e frustrado invejoso- de ter ele mesmo, pessoalmente, desaconselhado e até insistentemente ter VETADO os nomes de dois doutores orientados dele próprio, além até mesmo de um orientando de um destes doutores !)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DOUTOR ESTRANHO na coleção de historias em quadrinhos de Flávio Calazans

HQ de Mauricio de Souza, sete pecados e HORÁCIO